Casa De Luxo

Loading...

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Pop Up Lisboa 2010





A 4UDECOR, mais uma vez se associa a projectos vencedores apoiando neste caso a Designer Benedita Feijo nesta sua participação, no Palácio Verride, Santa Catarina, Terça a Sábado, 12h00 às 20h00.

O Pop Up Lisboa 2010 tem um cartaz cultural ímpar, dedicado ao tema “Nómadas Urbanos”, que reúne cerca de uma centena de criadores portugueses e estrangeiros, desafiados a intervir através da arte em mais de uma dezena de locais da cidade, espaços culturais alternativos, “não-lugares” e edifícios desocupados. Entre estes o Palácio Verride – mais conhecido por Palácio de Santa Catarina – que entre 4 de Novembro e 11 de Dezembro será o “Laboratório Pop Up”, o espaço central do evento que acolherá uma exposição colectiva multidisciplinar e um programa com performances, workshops e apresentações temáticas.

Durante o Pop Up Lisboa 2010 o Palácio Verride será o laboratório dos Nómadas Urbanos. Criadores portugueses e estrangeiros, entre os quais os finalistas do Concurso Internacional de Projectos Artísticos, irão dar nova vida a este espaço através da arte, numa exposição colectiva e multidisciplinar que constitui o cartaz principal do evento. Em 2007, o Palácio Verride foi apontado como a possível localização do Museu da Moda e do Design (MUDE), contudo, permanece desocupado. Este palácio transforma-se agora no “Laboratório do Pop Up Lisboa 2010”, o pólo central das actividades do evento que, além da exposição colectiva, será também palco de um programa de performances, workshops e apresentações temáticas.

“O Palácio Verride é a localização perfeita para o Laboratório Pop Up Lisboa 2010. É um espaço único na cidade, com uma vista deslumbrante sobre o Tejo e é o perfeito cartão de visita para acolher os criadores, sobretudo os estrangeiros, que terão oportunidade de expor pela primeira vez em Lisboa e, através do seu trabalho, poder devolver à cidade e ao usufruto do público um edifício de reconhecido valor histórico. Os artistas já começaram a visitar os vários locais e estão radiantes por poderem trabalhar em espaços com características tão diversificadas, que permitem afirmar o conceito de interacção permanente com a identidade e a população da cidade onde o Pop Up decorre. Além disso, os locais escolhidos permitem valorizar o tema – Nómadas Urbanos – porque criam múltiplos percursos na cidade e suscitam experiências diversificadas junto do público”, afirma Hugo Israel, mentor do Pop Up Lisboa 2010.

O responsável continua: “Os locais onde decorrerá o Pop Up Lisboa 2010 são assim determinantes na projecção da imagem da cidade dentro e fora de portas, bem como, para a concretização do objectivo do evento de contribuir para o posicionamento de Lisboa enquanto capital europeia de referência no roteiro internacional, com base numa visão diferenciadora que aposta na afirmação da cultura urbana e na promoção de novos talentos e criadores”.

Além do Palácio Verride, o Pop Up Lisboa 2010 irá ocupar mais de uma dezena de locais da cidade, espaços culturais alternativos como o Pavilhão 27, um antigo pavilhão de internamento do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa (CHPL), mais conhecido por Hospital Júlio de Matos, que acolherá uma exposição colaborativa realizada em parceria com a associação cultural P28, onde participará o colectivo de artistas-doentes residentes do CHPL. Em locais de passagem ou “não-lugares”, como são exemplos as estações de comboio, onde os criadores participantes irão desafiar a atenção dos transeuntes para a vivencia dos lugares e para novas formas de interpretar o espaço, numa intervenção com o apoio da Rede Ferroviária Nacional – REFER, EPE. O cartaz de intervenções artísticas do Pop Up Lisboa 2010 estende-se também à casa das indústrias criativas lisboetas – a Lx Factory – com o envolvimento da rede de talentos do Cowork Lisboa e um mural da autoria do artista Pedro Zamith.

Com o mote “viver a cidade, celebrar a cultura”, o Pop Up Lisboa 2010 constitui-se um evento ímpar na cidade de Lisboa, que conjuga cultura urbana e arte contemporânea de forma irreverente, intervém em espaços alternativos e gera interacção com o público, num ambiente cosmopolita de festa e partilha criativa. Reúne novos talentos, artistas consagrados e especialistas na dinamização de um cartaz cultural dedicado às múltiplas expressões artísticas da cultura urbana, que integra exposições colectivas, espectáculos, performances, conversas, entre muitas outras actividades.

Conta ainda com um grupo multidisciplinar de 16 talentos, oriundos de 14 cidades e quatro continentes, que integram a rede de Embaixadores Pop Up, que são os mediadores privilegiados do projecto nas cidades em que vivem, responsáveis por impulsionar a dinâmica transnacional do evento, recomendar novos criadores para o cartaz do evento e por partilhar com a comunidade Pop Up informações sobre as diferentes realidades e contextos culturais das cidades em que vivem.

http://www.popup-city.com/lisbon-2010/

Nenhum comentário:

Postar um comentário